Innovation Economics and Management 2020-03-09T16:58:21+00:00

Mestrado em Economia e Gestão da Inovação

O Mestrado em Economia e Gestão da Inovação dirige-se a todos os que desejem compreender e intervir em processos de inovação, desde logo nas empresas, mas também ao nível da sua envolvente de competitividade. Com esta missão, o curso assegura uma combinação virtuosa entre o rigor científico e uma forte integração prática, permitindo aos estudantes desenvolver um conjunto de competências que facilitem abordagens criativas e reflexivas aos desafios contemporâneos da inovação – na sua relação com a economia, a competitividade, o empreendedorismo, a gestão de tecnologia, a mudança organizacional, o território e as políticas públicas associadas.

Luis Carvalho
Diretor do Mestrado em Economia e Gestão da Inovação

Masters > Master in Innovation Economics and Management

1.º Ano

1.º Semestre
Nome Créditos
Competitividade 7,5
Crescimento Económico 7,5
Criatividade e Mudança Organizacional 7,5
Teoria e Sistemas de Inovação 7,5
2.º Semestre
Nome Créditos
Empreendedorismo 7,5
Gestão da Tecnologia em Empresas 7,5
Políticas de Inovação 7,5
Unidades curriculares de opção do 1.º ano

  • Qualquer unidade curricular do 2º ciclo da Faculdade de Economia
  • Qualquer unidade curricular do 2º ciclo da Universidade do Porto

* mínimo de 7,5 créditos e máximo de 7,5 créditos

7,5

2.º Ano

Anual
Nome Créditos
Dissertação/ Projeto/ Estágio 45
1.º Semestre
Nome Créditos
Plano de Dissertação / Plano de Projeto / Plano de Estágio 7,5
Seminários 7,5
Mais informações

Masters > Master in Innovation Economics and Management

Informação Importante

  • Duração: 2 anos (4 semestres letivos)
  • Data início: setembro 2020
  • Horário: pós-laboral (com início às 18h30)
  • ECTS: 120 créditos

Propinas

Para a consulta de informação referente a propinas deve usar a seguinte ligação.
Propinas

Masters > Master in Innovation Economics and Management

Destinatários

O curso dirige-se a todos os que pretendem adquirir uma formação nos domínios da economia e da gestão da inovação, tendo em vista a prossecução de uma atividade profissional centrada na inovação, no quadro de estratégias empresariais e da gestão dos processos de inovação nas empresas ou no quadro de empresas de consultoria e de organizações com a missão da promoção da inovação e da competitividade – e.g. associações empresariais, entidades públicas, instituições bancárias, instituições de ciência e tecnologia, associações ou agências de desenvolvimento.

Perfil do estudante

Masters > Master in Innovation Economics and Management

Datas de candidatura

1ª fase: 13 de janeiro a 27 de fevereiro de 2020

Apresentar candidatura

Masters > Master in Innovation Economics and Management

Documentos e Requisitos

Consulte o edital de candidatura aqui.

Masters > Master in Innovation Economics and Management

Outras informações

Pode aceder a esta informação aqui.

Pode aceder a esta informação aqui.

Pode aceder a esta informação aqui.

How does innovation influence the relation between social-technological change and policy mixes? Acknowledging Cambridge Analytica´s lessons, 2019, Ivo Santos. Orientador: José Pedro Coelho Rodrigues.

Parques de Ciência e Tecnologia: Como a combinação de práticas influenciam a gestão eficiente dos parques, Matheus Pereira, 2019. Orientador: Óscar Afonso.

Economia da partilha e inovação – uma análise no setor do alojamento, 2019, Raquel Osório. Orientadora: Maria Conceição Ramos.

Alteração do modelo de negócio de uma indústria hiper-competitiva: a introdução da computação na nuvem no software empresarial, 2018, António Luís Castro. Orientadora: Raquel Meneses.

Incentivos Fiscais e o Investimento Empresarial em Investigação e Desenvolvimento em Portugal, 2018, Vanessa Veloso. Orientador: Mário Rui Silva.

The link between the Intellectual Property Rights, Innovation and Growth: A Meta-Analysis, 2018, Diana Silva. Orientador: Óscar Afonso.

Evaluation of the impact of QREN SI I&DT instrument on Portuguese firms – a behavioural case-study analysis, 2017, Inês Isabel Baptista. Orientador: Mário Rui Silva.*

Exports-R&D investment complementarity and economic performance: Are companies located in peripheral countries diferent?, 2014, José Alexandre Neves. Orientadora: Aurora Teixeira; Coorientadora: Sandra Silva.*

The Determinants of Participation in R&D Subsidy Programmes: Evidence from Firms and S&T Organisations in Portugal, 2014, Ana Margarida Silva. Orientadora: Sandra Silva; Coorientadora: Anabela Carneiro.*

*Distinguidas pelo Banco de Portugal, nas suas Conferência “Desenvolvimento Económico Português no Espaço Europeu”, como uma das melhores dissertações de mestrado sobre economia portuguesa.

30º posição do ranking Eduniversal Best Masters Ranking 2019 dos melhores programas da Europa Ocidental na área da Inovação.

Elisângela Preto

“Aliando a minha vivência profissional e académica em Gestão Empresarial e de Projetos, o meu foco era investir tempo e aguçar minha curiosidade num arcabouço de conhecimento estruturado, de larga dimensão e alta capilaridade. Eu-re-ka! O MEGIN é uma escolha feliz e acertada na minha vida! O seu foco em aspectos relevantes da Economia da Inovação integra e incorpora novos conhecimentos ao meu, em perspectivas diferentes e importantes para minha atuação profissional, e para o meu olhar e entendimento do mundo. Logo, destaco a experiência do corpo docente e a condução das aulas para um espaço de aplicação real dos conteúdos, permitindo uma excelente oportunidade de aprendizagem.”

Micael Matos

“Após terminar a minha licenciatura, procurei escolher um mestrado que fosse uma mais valia para a minha carreira profissional. Estando as economias cada vez mais globais e o ambiente empresarial mais volátil, incerto e complexo, inovar deixou de ser apenas uma vantagem competitiva, mas uma questão de sobrevivência. Foi com esta premissa no pensamento que optei por aprofundar os meus conhecimentos no Mestrado em Economia e Gestão da Inovação. Com um variado leque de temáticas, que se estendem desde a Competitividade ao Empreendedorismo passando por Politicas de Inovação, Criatividade e Mudança Organizacional e Gestão da Tecnologia, o curso mostrou ser bem estruturado e acima de tudo adequado e contemporâneo face às necessidades reais das empresas portuguesas. Desta forma, recomendo a formação no MEGIN, tanto a estudantes como a trabalhadores que desejam seguir carreiras profissionais
ligadas às diferentes vertentes da inovação.”