Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde

Língua

Português

Propinas

1.500€ / ano

Horário

Pós-laboral

Duração

2 anos

* Propinas em vigor no ano letivo 2021/22 (estudantes de nacionalidade portuguesa ou da UE)

CANDIDATE-SE
Contacte-nos

O Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde oferece uma formação multidisciplinar e abrangente com o objetivo de dotar os profissionais de saúde dos conhecimentos e das competências essenciais à otimização do uso dos recursos ao seu dispor. A qualidade do corpo docente, que alia a um elevado nível académico uma forte e relevante experiência no exercício de funções de topo no setor da saúde, é frequentemente apontada pelos estudantes como um dos fatores distintivos do mestrado e uma das causas para o seu sucesso.

Ao longo do curso, os participantes são expostos a múltiplas perspetivas e formas de pensar, o que lhes permitirá compreender melhor as transformações que têm ocorrido no setor. Ficarão, ainda, mais habilitados a refletir criticamente sobre as possíveis vias para a resolução de problemas nas organizações, bem como sobre as potenciais consequências das suas decisões e da sua atuação.

Susana Oliveira
Diretora do Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde

Masters > Master in Health Care Economics and Management

1.º Ano

1.º Semestre
Nome Créditos
Economia da Saúde 7,5
Contabilidade e Finanças de Serviços de Saúde 7,5
Métodos Quantitativos 7,5
Gestão de Serviços de Saúde 7,5
2.º Semestre
Nome Créditos
Inovação e Economia da Saúde 7,5
Gestão de Recursos Humanos 4
Estratégia e Marketing de Serviços de Saúde 7,5
Sistemas e Políticas de Saúde 7,5
Direito da Saúde 3,5

2.º Ano

Anual
Nome Créditos
Dissertação / Projeto / Estágio 45
1.º Semestre
Nome Créditos
Plano de Dissertação / Plano de Projeto / Plano de Estágio 7,5
Unidades curriculares de opção do 2.º ano

  • Seminários (7,5 créditos)
  • Qualquer unidade curricular do 2º ciclo da Faculdade de Economia
  • Qualquer unidade curricular do 2º ciclo da Universidade do Porto

* mínimo de 7,5 créditos e máximo de 7,5 créditos

7,5
Mais informações

Masters > Master in Health Care Economics and Management

Destinatários

  • Médicos, Farmacêuticos, Enfermeiros e outros profissionais de saúde que pretendam adquirir uma especialização em Gestão e Economia de Serviços de Saúde;
  • Profissionais de nível superior que pretendam adquirir conhecimentos ou exercer funções de gestão de serviços de saúde, incluindo na administração hospitalar, na direção de clínicas ou farmácias, e na direção de serviços na área médica ou enfermagem;
  • Recém-licenciados que se interessam por questões relacionadas com a Gestão e Economia de Serviços de Saúde.

Os estudantes que habitualmente frequentam o curso vão desde recém-licenciados a profissionais experientes que exercem (ou pretendem exercer) funções de gestão de um serviço ou de uma organização de saúde.

Perfil do estudante

Perfil dos estudantes Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde

Masters > Master in Health Care Economics and Management

Oportunidades de carreira

O Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde dota os participantes de formação técnica e científica, multidisciplinar e abrangente, que os habilita a exercer funções de direção e chefia de serviços de saúde.

Masters > Master in Health Care Economics and Management

Candidatura

Exclusivamente online

A candidatura será exclusivamente online.
A leitura prévia do edital é obrigatória.

Edital

Datas

1ª Fase: Até 1 março 2021

Credenciais

Se é (ou foi) estudante ou funcionário da U.PORTO, deve utilizar as suas credenciais. Pode fazer o login usando o formulário de autenticação.

Se não tiver um nome de utilizador para efetuar a autenticação, preencha o formulário de pedido de utilizador.
Será enviado para o seu endereço de e-mail um nome de utilizador e a respetiva senha.

Se tiver um nome de utilizador temporário, pode recuperar a respetiva senha aqui.

Documentos a apresentar

Estão descritos no Edital, que deve ser lido antes da submissão da candidatura.

Faça a sua candidatura online

Candidatura

Depois da candidatura

Afixação de resultados provisórios: 05 de abril 2021

Afixação de resultados definitivos: 27 abril 2021

Realização de matrículas:

28 abril 2021

27 maio 2021 (licenciados)

2 agosto 2021 (finalistas)

As candidaturas para o Mestrado em Gestão e Economia de Serviços de Saúde para o ano letivo 2021/2022 estão encerradas.

Se pretende candidatar-se, terá de fazê-lo para o ano letivo 2022/2023. As candidaturas normalmente começam em janeiro.

Recomendamos que esteja atento ao nosso site. Poderá preencher o formulário de contacto caso deseje receber informações da FEP.

Masters > Master in Health Care Economics and Management

Testemunhos

Sara Pires
Sara Pires

“O MGESS é uma surpresa muito positiva!
A vontade de abraçar uma área de conhecimento diferente da minha formação de base (mas cujos conceitos lidamos todos os dias) foi alavancada pela interação de conhecimentos aluno-colegas-professor, num ambiente fantástico de amizade, partilha, gosto pela aprendizagem e constatação da qualidade de ensino desta instituição e universidade, que escolhe criteriosamente o seu corpo docente, capaz de transmitir de uma forma tão cativante os seus conhecimentos e experiências reais. Obrigada a todos os intervenientes deste caminho, pois fazem com que não desejemos que as aulas acabem após um longo dia de trabalho.”

Ana Catarina Silva
Ana Catarina Silva

“Frequentar o MGESS tornou-se uma experiência enriquecedora tanto a nível profissional como pessoal, conseguida através da qualidade, dedicação e proximidade de todo o corpo docente, bem como pela partilha de opiniões com os colegas de diferentes áreas profissionais.
Como médica de família, sinto que a minha visão do SNS é agora muito mais abrangente e que tudo o que aprendi permite-me tomar decisões mais eficientes.”

Masters > Master in Health Care Economics and Management

Outras informações

Pode aceder a esta informação aqui.

Pode aceder a esta informação aqui.

Pode aceder a esta informação aqui.

Carina Fonseca e Susana Oliveira (2021), “Determinantes no acesso a cuidados continuados em contexto domiciliar”, Revista De Investigação & Inovação Em Saúde, Vol. 4, N. 1, pp 19–33, https://doi.org/10.37914/riis.v4i1.144

Álvaro Almeida e Joana Vales (2019), “The impact of primary health care reform on hospital emergency department overcrowding: Evidence from the Portuguese reform”, The International Journal of Health Planning and Management, n.a (n.a.)

Ramos, Pedro e Álvaro Almeida (2016) “The impact of an increase in user costs on the demand for emergency services: the case of Portuguese hospitals”, Health Economics, 25 (11), November 2016, p. 1372-1388.

Sara Maia et al. (2019), “Cost-effectiveness of transcatheter aortic valve implantation versus surgical aortic valve replacement in patients with severe aortic stenosis”, comunicação no Congresso da Sociedade Portuguesa de Cirurgia Cardiotorácica e Vascular, Albufeira, 22 a 24 de novembro, vencedora do prémio Heart Team 2019.

Fernandes, A. e Susana Oliveira (2019), “Avaliação do impacto de uma abordagem lean no planeamento de altas”, II edição do Lusíadas Clinical Summit, 16 de novembro, Centro de Congressos do Estoril, vencedor de menção honrosa.

Artigos baseados em dissertações do MGESS apresentados em conferências da Associação Portuguesa de Economia da Saúde:

Fatores associados com a adoção de normas de orientação clínica no tratamento de infeções urinárias nos Cuidados de Saúde Primários” (Ana Catarina Silva);

Análise de Eficiência das Unidades Locais de Saúde: uma aplicação da DEA” (André Moreira)

Benchmarking nos Cuidados de Saúde Primários na região Centro: o desempenho relativo como mecanismo de competição” (Isabel Morais-Henriques);

Influência da Organização dos Cuidados de Saúde Primários na Utilização do Serviço de Urgência” (Joana Vales);

Efeito da mudança do modelo organizacional nos resultados dos indicadores de desempenho não incentivados em Cuidados de Saúde Primários” (Miguel Azevedo);

The impact of a rise in co-payments on the demand for emergency services” (Pedro Ramos);

Estudo Comparativo da Produtividade Cirúrgica no Âmbito do SIGIC” (Porfírio Santos);

Effect of socioeconomic factors on health: a closer look at municipalities” (Raquel Duarte);

Potencial impacto de taxas moderadoras na interrupção voluntaria da gravidez” (Sara Valente);

22.º lugar a nível mundial no Eduniversal Best Masters Ranking 2021 na categoria “Health Economics / Public Health”.